sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Fashion Rio Inverno 2010: Moda masculina

Os desfiles que apresentaram coleção masculina no Fashion Rio inverno 2010!

Fashio Rio inverno 2010 primeiro dia: Ausländer


O desfile


Direção: Ricardo Bräutigam
Styling: José Camarano
Beleza: Lavoisier
Trilha: DJ Nepal
Iluminação: Peter Gasper



Opinião
Olha eu achei o desfile da Ausländer previsível, porém elegante com o preto, cinza  e branco! Não teve Cole Mohr mas teve Rodrigo Santoro (apesar de achar o convidado bem bacana, acho que ele não transmite o espírito rocker que a marca queria alcançar  com o desfile).

Apesar daquele papo de que looks de passarela servem para mostrar somente conceito, achei que todos são bem usáveis e comerciais.

Nos looks femininos aparecem algumas tendências bem fortes: Vestidos justinhos do tipo bandage, maxi botas, transparências, a combinação de micro vestido com sapato mais pesado, a utilização de camiseta como vestido.

Os looks masculinos foram mais ousados. Calças pretas e leggings para meninos (teve até legging rasgada com amarrações laterais, e estampada), adorei o shape com volume nas camisetas e blusas e calças bem justinhas, a tendência do wash jeans super lavado e detonadinho também apareceu, estampas com listras e xadrez, shorts em alfaiatariae e jeans (gostei da idéia de sobrepor shorts de alfaiataria com legging).

Só não gosto muito de zíperes (apesar de ser tendência) e de calça de alfaiataria com pregas, mas isso é uma questão de gosto mesmo.

Os acessórios para o desfile ficaram lindos, adorei as ombreiras e joelheiras que lembram armaduras, tênis tipo all star de cano alto, tênis que remete ao coturno, e luvas.

Enfim, apesar de eu esperar mais ousadia, acho eu a coleção masculina da marca brilhou mais que a feminina!

Fashio Rio inverno 2010 quarto dia: TNG  

A TNG  existe desde 1984 e o forte da marca  é o jeanswear (ta eu sei que você já sabe). Quem comanda a marca é Tito Bessa, o nome TNG é uma abreviação de teenager (ahaaaaaaaaaaaaa dessa você não sabia rs).

A Regina Guerreiro, que já prestava consultoria, e há algumas temporadas foi confirmada como diretora de criação da TNG  fez uma  parceria que durou apenas uma temporada e foi substituída por Mauricio Ianês, que não entrará na passarela ao fim do desfile (como assim?). Ele explica que seu trabalho para a marca  é como um styling diferenciado (estranho né?)


O desfile
A inspiração da coleção inverno 2010 da TNG vem das roupas utilitárias de caçadores e populações nativas do Canadá e Alasca, com referências da cultura Inuit. A  coleção mescla a relação entre homem e natureza, traz formas amplas e confortáveis e looks desenvolvidos em lãs, nylons, sedas, tela de algodão, jeans bruto, tecidos sintéticos, naturais, rústicos e sofisticados.

Cores quentes e neutras como turquesa, caramelo, vermelho, café, tabaco, cinza e off-white são pontuadas por tons vibrantes. Duas estampas têm destaque: a criada a partir de fotos de folhas secas das florestas de coníferas do Alasca e Canadá e a inspirada nos totens Inuit. As peles - todas sintéticas - surgem na coleção em mais uma referência às roupas nativas.

Clássica da marca, a alfaiataria é um dos destaques da coleção e, neste Inverno 2010, aparece diferenciada. Para elas, os vestidos em seda prometem ser o hit da temporada.

Beleza: Robert Estevão
Trilha Sonora: Max Blum
Acessórios: Fernando Pires




Opinião
Finalmente mais um desfile com a presença da moda masculina no Fashion Rio (o primeiro desfile que teve looks masculinos nesta temporada foi o da grife Ausländer) que é válida, mesmo vindo de uma marca tão pop (de popular mesmo) como a TNG. Se a presença do ator Rodrigo Santoro no desfile da Ausländer foi elegante, a dos atores “globais” Thiago Lacerda e Thaís Araújo no desfile da TNG esbanjou deselegância, mais por causa dele (mas paro com o comentário por aqui, pois isso é papo para blog de fofoca né, que é o que não falta por aí, prefiro me limitar a  fazer fofocas positivas de curitibanices locais rs).

O desfile com a coleção da TNG foi rústico no ponto certo. As maxi camisetas masculinas ficaram super despojadas, e o jeans aparece mais clean sem muitas lavagens e em versão of White.

Muito xadrez e camuflado. A presença do couro, lã, náilon e da pele sintética (elementos utilizados em peças feitas inteiramente deles e na mistura entre eles e aplicações) levou beleza para toda coleção.

A cor cinza realmente tomou conta desta temporada, e na coleção da TNG aparece em blusas, estampas em xadrez, e na alfaiataria. Nos acessórios o uso da madeira nos calçados, bolsas coloridas, cachicois, e polainas, fecham um desfile bem comercial, porém correto.

Uma  coleção que esbanja casualidade, beleza e conforto!

Adorei
O xadrez (tanto o vermelho mais grounge como as outras opções), macacão masculino, as bolsas masculinas coloridas, todas as peças de pele sintética, o uso do vestido de seda com colete de pele, os looks of White, o bom uso do couro, o macacão feminino de lã e couro, o corte com pegada country das botas femininas.  

Tendências: xadrez, militarismo, bermuda masculina acima do joelho, calça masculina branca, shorts cintura alta, cintura feminina marcada, tachas de metal.  

TNG em Curitiba
-TNG Park Shopping Barigui. Rua Professor Pedro Viriato P. Souza, 60, loja 240, Mossungue. Telefone: (41) 3317-6350.
-TNG Shopping Crystal Plaza. Rua Comendador Araújo, 731, loja 327/328, piso L3, Centro. Telefone: (41) 3323-2934.
-TNG Shopping Curitiba. Rua Brigadeiro Franco, 2300 Lojas 106/107, 1° piso, centro. Telefone: (41) 3326-1456.
-TNG Shopping Mueller. Av. Candido de Abreu, 127, lojas 031/032, piso Mateus Leme, Centro Cívico. Telefone: (41) 3233-8370
-TNG Shopping Palladium. Av. Kennedy, 4121, lojas 3091/3092, piso L3, Portão. Telefone: (41) 3212-3704

Fashion Rio inverno 2010 quinto dia: Redley

A marca existe desde 1985, e nasceu a partir de um calçado criado pela grife Cantão, o calçado chamava-se justamente Redley, e fez tanto sucesso que possibilitou a identificação da necessidade de se criar uma marca para um publico mais jovem. A Redley destaca-se pela tecnologia têxtil e pelas roupas mais esportivas, é conhecida por  possuir uma cultura de praia, e primar pelo conforto, praticidade, com um valor de  culto a natureza. É  pioneira no patrocínio de eventos esportivos e culturais,  e participa do Fashion Rio desde 2005.

O desfile
Urbano x natura e o mundo dos esportes
Influência esportiva  e roupas multiusos que se transformam ganhando novos usos fazem parte do inverno da Redley, que abriu o quinto dia do Fashion Rio. E o inverno é sobretudo negro, mesmo que ela apareça em composições gráficas ao lado do branco e, mais ao final, mixado com muita cor.

Os esportes – principalmente o universo dos bikers -  ajudam a criar a modelagem, no corte das roupas e nos acabamentos, como cadarços laterais nos vestidos e zíperes aparentes.  O utilitarismo surge nos maxibolsos e nos coletes compartimentados e até mesmo em vestidos-mochila e camisa-mochila. O matelassê está nos casacos, que também têm abotoamentos duplos.   A modelagem é reta e seca, com comprimentos curtos (inclusive das calças masculinas).

Há também uma pegada de alfaitaria, bem street, nos paletós coloridíssimos e nas camisas brancas com patchworks pretos. O uso do nylon em linhas horizontais cria novas texturas ao lado do algodão. A cartela austera, quase dark, é iluminada através de acessórios como, por exemplo, tênis dourados, e por tons de  violeta, roxo com pitadas de vermelho, laranja. O tricô ganha a força da estamparia.

Foi a ultima coleção do alemão Jüergen Oeltjenbruns, que estava há sete desfiles com a marca.

Direção da marca: Léo Ferreira
Coordenador de estilo: Jurgen Oeltjenbruns
Equipe de estilo: Renata Carvalho, Lisandro Landell, Julia Valle, Emilene Galende e Karola Baptista
Diretor de cena: Zee Nunes
Stylist: Daniel Ueda
Make-up & hair: Daniel Hernandez
Trilha Sonora: Max Blum





Opinião
O desfile da Redley é o terceiro do Fashion Rio 2010 que apresenta uma coleção masculina, só que dessa vez mais sportwear. As vezes até esqueço que os amantes de esportes são consumidores de moda quando lembro de amigos esportistas (surfistas por exemplo, automaticamente me vem em mente aquelas roupas sempre iguais e sem muita personalidade.  Bermudas e camisetas largas, com uma estampa bem grande com o nome da marca, e tênis sempre parecidos uns com os outros).

Porém a Redley existe, sempre achei que eles fossem limitados a fazer somente uma moda esportiva, e me surpreendi.

A coleção realmente apresenta looks que podem ser utilizados tranquilamente em uma balada descolada, e no dia a dia. A cartela de cores e as estampas (listrados, quadriculados, e os grafismos) ficaram lindas.

As meninas da Redley são aventureiras que esbanjam charme (é fácil imaginar alguma  amiga em algum dos looks), acho que ficou tudo muito bonito.

Os looks masculinos são super modernos e mais interessantes que os femininos. Para meninos que gostam de esportes, porém são bons consumidores de moda. Calças e meias listradas, calças justas, tênis e botas de cano alto (afffffffffff adorei os tênis), um pouco de brilho, e cores incomuns no guarda-roupa masculino, tudo bem descolado e confortável!

Amei a moda masculina da Redley, porém ainda não consigo imaginar um real consumidor final, talvez eu realmente tenha uma impressão errada dos consumidores da marca, e eles estejam mais modernos mesmo, ou o desfile é mais conceito para passarela e não chegará exatamente como foi apresentado nas lojas.

Quem sabe os Cycle Chics de plantão... né? Que em sua maioria já flertavam com a moda e só depois começaram a desfilar de bicicleta!

De qualquer forma, fiquei curioso para conhecer uma loja da Redley, pois aqui em Curitiba só tem em multimarcas que vendem surfwear! 

Adorei
Os bolsos nas jaquetas, os tênis de cano alto, vestido preto cheio de botões, o dourado, cardigãs masculinos, o tricô estampado, o casacão masculino verde, o vestido roxo com mistura de zíperes e estampa, a sobreposição de bermuda e leggings para meninos, as mochilas gigantes.

Tendencias
: Volumes nos quadris, cinturas marcadas, cinza, looks monocromáticos com splashs  de cor, transparências.

Fashion Rio inverno 2010 quinto dia: R.Groove 

O estilista da R.Groove é Rique Gonçalves, a grife existe desde 2007. O Rique é ex-guitarrista e líder de bandas de rock, e costuma se utilizar da linguagem de arte de rua em suas estampas e formas, ele venceu na categoria estilista revelação do primeiro Prêmio Moda Brasil em 2008 e também já participou do Salão Internacional de Moda Madri (SIMM). A R.Groove estreou no Rio Moda Hype em 2007 e participou do evento até Junho de 2009, é a primeira vez que participa do Fashion Rio.

O desfile
A inspiração para o inverno 2010 vem do novo álbum de Carlinhos Brown, Mar Revolto, que mostra seu lado rock/pop. Aposta em ganchos baixos, DNA da marca, e a calça over faz passagem para o modelo reto com volume no quadril e afinando nas pernas. Os tecidos tecnológicos têm aspecto molhado, laminado e enferrujado. Sarjas e algodões beneficiados com resina dão vida às peças. Jeans com acabamentos luminosos e lãs tecnológicas com aspecto enferrujado marcam presença. O tricô segue o estilo de cordas náuticas. Recortes trazem ilusão de sobreposições na alfaiataria.
"Profundezas do mar e rock definem a coleção. Vamos trabalhar com tecidos e materiais que nunca trabalhamos."




Opinião
Foi o primeiro desfile de uma marca exclusivamente masculina da temporada. Algumas tendências das coleções femininas acabam se adaptando e aparecendo na moda masculina também.

A coleção da R.Groove foi repleta de transparências, muita estamparia (que para homens estão aparecendo nas calças também, e ultra coloridas), brilho, os ombros marcados também aparecem na coleção, macacão, blusas com capuz, calças ultra justas com blusas mais volumosas, jeans com pachwork (em um azul mescla que ficou lindo) , calças oversized  que são lindas e fazem parte da identidade da marca  vão de encontro com o hit da calça saruel que tanto apareceu no verão.

A idéia de misturar a moda esportiva para peças mais street me parece uma tendência bem forte no Fashon Rio, e nesse desfile não foi diferente. As bermudas (incluindo as de surf) estão mais curtinhas e acima dos joelhos.

Se o volume no quadril das mulheres reinou em toda a temporada na R.Groove as calças do tipo cenoura (mais over e largas em cima e justas abaixo do joelho) unidas a camisetas mais justinhas  também criam um shape com quadril evidenciado para a moda masculina. A cintura também aparece marcada por amarrações nos casacos.
A alfaiataria desconstruída não impressiona e a mistura do tricô  com outros tecidos também ficou bem estranha, porém os os tênis de cano alto aparecem novamente, e o dourado também (must have).

O desfile inclui tendências fortes que já vem acontecendo há algum tempo, que nos mostra como a moda masculina acaba acompanhando a moda feminina. Unido aos outros desfiles já nos dá uma noção do que pode ou não “virar” na moda para nós meninos.

Uma coleção criativa, com misturas inusitadas e agradável! Uma ótima estréia de Rique Gonçalves no line up oficial do Fashion Rio!

Adorei
Tênis dourado, tênis de cano alto, mega capuz, capas de algodão que parecem náilon, os tecidos tecnológicos, o brilho, todas as calças, as capas de chuva, os calçados, as estampas, a harmonia dos looks e cartela de cores.

Tendências: jeans com pachwork, macacões, estamparias, dourado, brilho, capuz, cinza, nude, ombros marcados, volume no quadril, alfaiataria usada de forma mais casual, looks monocromáticos com cores nos calçados.

Fashion Rio?
Já Rubricamos:
Fashion forward: Adicione já
Preparar, apontar e já: Foi dada a largada
Fashion Rio 2010
Rio-à-Porter
Rio-à-Porter contará com a participação cinco grifes paranaenses
Ilustrações de moda do Fashion Rio inverno 2010 
FR inverno 2010 primeiro dia: Ausländer
FR inverno 2010 primeiro dia: Melk Z-Da
FR inverno 2010 primeiro dia: Giulia Borges
FR inverno 2010 primeiro dia: Victor Dzenk
FR inverno 2010 segundo dia: Walter Rodrigues
FR inverno 2010 segundo dia: Cantão
FR inverno 2010 segundo dia: Lucas Nascimento
FR inverno 2010 segundo dia: Printing
FR inverno 2010 terceiro dia: Mara Mac
FR inverno 2010 terceiro dia: Filhas de Gaia
FR inverno 2010 terceiro dia: Cavendish
FR inverno 2010 terceiro dia: Graça Ottoni
FR inverno 2010 terceiro dia: Coven
FR inverno 2010 quarto dia: Acquastudio
FR inverno 2010 quarto dia: Claudia Simões
FR inverno 2010 quarto dia: Maria Bonita Extra
FR inverno 2010 quarto dia: Juliana Jabour
FR inverno 2010 quarto dia: TNG
FR inverno 2010 quinto dia: Redley
FR inverno 2010 quinto dia: R.Groove
FR inverno 2010 quinto dia : Têca
FR inverno 2010 quinto dia: Espaço Fashion
FR inverno 2010 sexto dia : Nica Kessler
FR inverno 2010 sexto dia: Patachou
FR inverno 2010 sexto dia: Andrea Marques
FR inverno 2010 sexto dia: New Order
FR inverno 2010 sexto dia: Alessa
Por que cobrimos o Fashion Rio e vamos cobrir o São Paulo Fashion Week 

Nenhum comentário:

Postar um comentário